Projecto da Disciplina de Projecto 3º Ano NTC
pesquisar neste blog
posts recentes

Entrega final, wooo-hooooo!

Testes de Interacção dos Docentes e Usabilidade da Mesa

Entrega Versão Beta

testes versao beta

Actualização das funcionalidades DeCATouch

Lista de bugs protótipo (código, funcionalidades, layout)

Módulos a desenvolver na versão beta

Testes de Interacção dos Docentes

Protótipo de Alta Fidelidade agora com lente

Entrega de Protótipo de Alta Fidelidade

arquivos

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Sexta-feira, 21 de Maio de 2010
Testes de Interacção dos Docentes

Pois é... finalmente hoje, por volta das 14H, os docentes da disciplina de projecto "deram uma volta" na mesa DeCATouch. Pena é que, com o horário apertado dos mesmos, bem como dos alunos do grupo, a calibração dos lasers não estivesse tão perfeita como nos testes apresentados nos vídeos dos posts anteriores, e o CCV tivesse o parâmetro "remove background" mal afinado (não o efectuámos com as luzes apagadas) o que provocou alguns pontos mortos provenientes da anterior existência de iluminação, pormenor este em que reparámos imediatamente depois dos docentes saírem da sala... Outra coisa que faltou foi a câmara com o filtro apropriado para se utilizar a projecção na própria mesa, dificuldade que se reflectiu na capacidade de fazer uma interacção correcta, efectuando o toque nos locais desejados.

Deste teste podem retirar-se algumas conclusões, sendo algumas delas relativas ao projecto propriamente dito e outras em relação ao acompanhamento realizado pelos docentes.

No que diz respeito ao projecto pode dizer-se que o tempo escasseia e que este aspecto pode influenciar de uma forma determinante o decorrer do projecto, sendo que a parte mais complicada do desenvolvimento da aplicação ainda está para vir e que a própria mesa nunca será um projecto totalmente acabado (convém sublinhar o "totalmente"). O que quero dizer é que será sempre necessário, previamente à interacção, proceder a uma calibração atempada e cuidada dos lasers, da câmara e do projector de vídeo, enquandrando cada uma dessas componentes o melhor possível. Será possível melhorarmos no processo de o fazer (demorando cada vez menos ou fazendo cada vez melhor com o mesmo tempo disponível), mas será difícil alcançar um setup perfeito, sem falhas, e, sobretudo, a funcionar em cinco minutos.

Fica então no ar o pedido de, na altura da apresentação final, termos algum tempo para calibrar todos os componentes da mesa e podermos fazer a apresentação imediatamente após esta mesma calibração.

No que toca ao acompanhamento dos docentes há que referir, por um lado, a infeliz indisponibilidade de fazer este teste na próxima semana, altura em que já teríamos acesso à câmara com o filtro apropriado (o que possibilitaria fazer a projecção na própria superfície) e, por outro lado, os vários comentários realizados a própósito tanto da mesa como da aplicação desenvolvida. A maior parte destes comentários foram úteis e de caratácter construtivo, sendo que importa destacar um que, supomos que tenha sido realizado devido à falta da projecção e consequente dificuldade em efectuar o toque no local correcto para fazer uma interacção sem falhas. Um dos docentes referiu a necessidade de ter, no fundo, um estado de "hover" para os botões do menu, dando a indicação ao utilizador de que iria carregar na área "X" ou "Y". Ora dada a ausência do conceito de "cursor" numa plataforma multitoque, pode também dizer-se que todo o paradigma de interacção que daí advém será de descartar. Resumindo, não existe o "ter o cursor em cima de..." porque não há cursor. Há ainda que destacar o contexto em que o comentário foi realizado que se prende não só à ausência da projecção na mesa como também do enquadramento deste exemplo na necessidade de dar melhor feedback ao utilizador, conceito com o qual estamos em total concordância, com a excepção do pormenor anterior.

Fica então a consideração de que talvez seja esse mesmo o papel dos docentes: agir como o cliente que não reconhece as particularidades da tecnologia que vai adquirir e necessita da melhor informação e aconselhamento possíveis.

Concluindo, a apresentação não correu assim tão bem: a calibração dos lasers estava deficiente, não havia projecção na superfície e houve pouca disponibilidade tanto dos alunos (que são quase todos trabalhadores-estudantes) para fazer uma preparação ainda mais atempada da mesa, como dos professores, que também tinham um horário apertado na tarde de sexta, não havendo grande margem cronológica para correcção de erros ou pequenas afinações finais.

Não querendo atribuir aos restantes elementos do grupo o meu tom ligeiramente ressentido, assumindo totalmente a autoria do presente post:

Samuel Traquina


tags:

publicado por samueltraquina às 15:13

mais sobre mim
Julho 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
13
14
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30
31


tags

todas as tags

subscrever feeds

RSSPosts

RSSComentários

RSSComentários do post